quinta-feira, 8 de setembro de 2005

Com a Grande Mestre Bernardette Kikuchi


Aqui estou a cozinhar com a Bernardette Kikuchi durante um curso em Lisboa, no verão de 1993.
Neste grupo as mulheres andam com estes lenços na cabeça e sempre muito tapadas.
E a mulher do mestre dá o exemplo.
Mas têm coisas boas. Como por exemplo que os casais durmam em quartos separados para manterem a polaridade.
Contudo acho que a forma como eles dizem valorizar o lado femenino da vida não é a melhor.
A verdadeira felicidade das pessoas é a melhor medida do valor das teorias.
A mulher de um outro grande mestre morreu com cancro na área sexual.
Dá que pensar.
E reavaliar tudo.
Neste mundo composto de mudança.

3 comentários:

Maria Afonso Sancho disse...

PLEASE, DO NOT POST SPAM HERE, I WILL REMOVE ALL MESSAGES !!!
SO, DON'T LOOSE YOUR TIME

bote disse...

Que disparate, não percebeu nada.

Misturar culinária com a morte do Kushi, que só é dos maiores charlatões que existe, que trabalha bem longe do Tomio e cobra consultas por 500 euros.

Para fazer blogues destes mais valia estar quieta.

Quem me dera ter a possibilidade de estar nesse curso com a Bernardete. VoçÊ esteve lá e não aprendeu nada.

É triste ver como toda as pessoas têm de ver sempre o que há de mal, quando não há inventa-se

Maria Afonso Sancho disse...

Caro Bote Misterioso

Porque eh que ficou tao zangado?
O que eh que eu deveria ter percebido?
o Kushi que eu saiba ainda esta vivo e muito apaixonado pela sua nova mulher. Pelo menos assim estava da ultima vez que o vi.

Se calhar o meu caro Bote esta a precisar de dar mais amor ao seu figado. E talvez tambem se gostasse mais de si mesmo nao viesse para aqui escrever coisas destas.